O poço

pço

Pois é, então é isso: não assisti a famosa homenagem a José de Abreu no Domingão do Faustão. Primeiro, porque não assisto o programa – detesto programação de auditório. Segundo, porque quando assisto, não dou bola para biografias artísticas midiáticas. Não é do meu agrado. Risos vazios e lágrimas forçadas, sabe como é, não são muito o meu feitio. Se eu quiser rir ou chorar com algo que passa na telinha, prefiro escolher.

E por último, José de Abreu é carta fora do meu baralho. Eu já nunca iamuito com a cara dele (desculpem os admiradores). Depois do episódio da cuspida, então… não há discurso que valha. Não há protesto. Cuspida é falta de argumento. Concordo que diante de algumas declarações ficamos mudos de horror e apáticos de ação. A monstruosidade, a falta de caráter, o chauvinismo, sempre chocam na base, ali onde se enterram os nossos alicerces morais. Mas responder a isso com cuspida é tolo, infantil e abusivo.

Não, eu não sei porque ele cuspiu na mulher, não sei, sequer, que mulher é. Não me importa. Independente do que for, uma atitude dessas só serve para desrespeitar os preceitos que o sujeito defende e diz que respeita. Por exemplo, sei porque o Jean Wyllys cuspiu no Bolsonaro. E ainda que tenha ficada muda e chocada diante do voto do deputado PP, fiquei indignada com o deputado do PSOL. É inacreditável que agora, em vez de usar as armas da Lei, passemos a nos valer de cuspidas. Porque o argumento seguinte, bem se sabe, é a bolacha. E dali para o pau-de-fogo, é um passo. Não é admissível que homens que são destacados pelo voto popular e pagos pelo dinheiro público para comandar o país com palavras, se armem de argumentos mais salivares que perdigotos. E não é admissível que homens que são destacados pelo gosto popular pelo talento e pela capacidade de emocionar, se desarmem de argumentos e pensem em sua peculiar lógica, que “se o deputado pode, eu também posso”, porque no fundo, é isso o que lhe passa pela cabeça. Se aceitarmos tudo isso, seria bom admitir que o Brasil, que habitualmente nivela tudo por baixo, chegou por fim ao fundo do poço.

E, o que é o pior de tudo, começou a cavar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s